Desbancarizados no Brasil: como a queda neste número impacta o seu negócio?

Compartilhar

O número de desbancarizados no Brasil caiu em 73% nos últimos cinco meses, segundo o estudo “Aceleração da inclusão financeira durante a pandemia da Covid-19″, realizado pela Americas Market Intelligence, em parceria com a Mastercard. Se a inclusão financeira era encarada como um grande desafio no país até pouco tempo, a pandemia, o pagamento do auxílio emergencial e as medidas de distanciamento social aceleraram o processo de digitalização no mercado – e isso pode trazer cenários mais positivos para os próximos meses.

A pesquisa apontou, como já tínhamos indícios, que o pagamento do auxílio emergencial por meio de contas digitais puxou essa mudança, incluindo milhões nos meios de pagamento digitais. Segundo o levantamento, a porcentagem de transações digitais por aplicativo no período subiu de 5% para 63%, conforme dados detalhados abaixo:

Desbancarizados no Brasil

Fonte: Pesquisa “Aceleração da inclusão financeira durante a pandemia da Covid-19” de Out/2020

De acordo com uma estimativa da Caixa Econômica Federal, 24 milhões de pessoas abriram conta em banco este ano por causa do auxílio e, mesmo aquelas que já tinham conta, passaram a usar uma poupança digital.

Redução no número de desbancarizados tem efeitos positivos para o mercado

Com o aumento da demanda pela utilização de serviços online e o aquecimento do mercado, os setores financeiro e varejista ganharam uma janela de oportunidade para oferecer novos serviços – para além das transações de pagamento – que facilitem o acesso da população a outras formas de transações financeiras e crédito.

Neste artigo, trazemos algumas possibilidades que a bancarização pode trazer para o seu negócio. Confira!

Quanto maior a inclusão, maior será o processo de digitalização

O aumento do uso de novas tecnologias pelos consumidores é o primeiro passo para desburocratizar as trocas financeiras e abrir espaço para que novos meios de pagamentos possam também se popularizar entre os usuários no futuro.

Nesse sentido, a inclusão financeira gerada pela pandemia tem reflexo imediato no aumento dos processos digitalização e vice-versa. Esse ciclo faz com as empresas se reinventem rapidamente, criando soluções cada vez mais focadas no digital.

Um exemplo dessa transformação também está no Pix, novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central, que vai simplificar as transferências bancárias e contribuir para um sistema mais inclusivo, facilitando o acesso de mais desbancarizados às instituições financeiras.

Esta é uma iniciativa do Banco Central que já estava confirmada antes da pandemia, mas que, sem dúvidas, contribui para o cenário de transformação acelerada que temos hoje.

Como a digitalização e a redução no número de desbancarizados pode impactar sua empresa ou instituição?

Para além da ampliação de público potencial para seus produtos financeiros, existem outras oportunidades neste momento de inclusão financeira e redução no número de desbancarizados para empresas e instituições. Veja as principais:

Maior competitividade

O crescimento da demanda e a ampliação na oferta de serviços movimenta o mercado, gerando competitividade e acelerando a digitalização das empresas, que desenvolvem braços digitais mais inovadores e eficientes.

Inovação nos meios de pagamento

O uso de novos meios de pagamento representa uma mudança de comportamento do consumidor e abre o leque de opções para a compra, oferecendo mais segurança, praticidade e fidelização dos clientes. Entre algumas das alternativas para o seu negócio está o QR Code, o pagamento Contactless e os formatos de Autoatendimento.

Criação de contas digitais em diferentes setores

As contas digitais podem ser implementadas em outros mercados, além dos bancos. A diminuição no número de desbancarizados também é uma oportunidade para a digitalização no varejo, nas indústrias e em empresas com força de vendas terceirizada, por exemplo.

Atração de novos clientes

A inclusão digital oferece mais controle financeiro à população durante e após a pandemia, fazendo com que novos consumidores cheguem até novos serviços e produtos, expandindo os nichos de compra e venda.

Combate às desigualdades

O investimento em processos digitais pelas empresas representa um suporte à população não bancarizada. Esse movimento amplia a capilaridade de consumidores e, à longo prazo, contribui para o combate à desigualdade social no país.

A diminuição no número de desbancarizados não se deu apenas no Brasil. Com tendência menor, os efeitos da pandemia também chegaram ao mercado financeiro latino-americano.

Redução de desbancarizados na América Latina

O mesmo estudo da Americas Market Intelligence, realizado entre junho e agosto de 2020, apontou que a bancarização em outros países da América Latina também aumentou, mas em uma curva menor.

México, Argentina e Colômbia tiveram redução de 25% de desbancarizados, principalmente por causa da distribuição de subsídios governamentais por canais digitais. A pesquisa também citou como referência outro levantamento, do Banco Mundial, que indicou que apenas 55% de adultos latino-americanos tinham conta em banco em janeiro de 2020. Em cinco meses, a estimativa é de 40 milhões de pessoas criaram novas contas em banco.

Conhecida como o terceiro maior hub de fintechs da América Latina, Bogotá é uma das capitais mais promissoras da região na consolidação de novos meios de pagamentos e da inclusão financeira de sua população.

Desbancarizados no Brasil

  • O número de desbancarizados no país reduziu em 73% nos últimos cinco meses, segundo estudo da Americas Market Intelligence, em parceria com a Mastercard.
  • Com isso, o mercado de novos meios de pagamento e serviços online se mantém cada vez mais aquecido.
  • Bancos, fintechs, varejo e indústrias precisam reinventar seus negócios e olhar para esse momento como uma grande oportunidade para inovar e digitalizar seus processos.

Por aqui, seguimos acompanhando a mudança de comportamento dos consumidores, cada vez mais adeptos às contas digitais e às novas soluções apresentadas pelos bancos, fintechs e todos os outros players do mercado.

O seu negócio já faz parte da inclusão financeira que está transformando o país? Conte conosco para encontrar a melhor solução para a sua empresa.

Posts relacionados

Experiência do usuário de cartões: como incentivar o uso do seu meio de pagamento?
Financeiro

Experiência do usuário de cartões: como incentivar o uso do seu meio de pagamento?

Com tantas opções disponíveis no mercado, a escolha do uso de determinado cartão de cr...

Pix: entenda o sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central
Financeiro

Pix: entenda o sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central

Desde que o Banco Central anunciou detalhes sobre o seu sis...

Pandemia acelera o uso de novos meios de pagamento
Financeiro

Pandemia acelera o uso de novos meios de pagamento

Quando falamos em novos meios de pagamento, é importante salientar que nem sempre estamos...

Receba nosso conteúdo exclusivo

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais em Cookie Settings. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies.